5 coisas que você faz no seu marketing digital que não são suficientes para gerar resultados

E 5 coisas que você não faz e que são muito importantes

As empresas hoje, mais do que nunca, precisam gerar resultados. Precisam conquistar clientes e gerar vendas.

Além disso, precisam de estratégias de baixo custo. E, se possível, ter certeza do retorno obtido com cada real investido.

Uma das áreas que as empresas já perceberam que não podem ficar de fora é o marketing digital. Ele permite gerar visibilidade a um público segmentado a um custo bastante competitivo. Mas será que esse esforço está se traduzindo em vendas?

Como você reconhece a importância de uma boa presença online, já tomou algumas providências para marcar seu território na web. Mas elas ainda não são suficientes para garantir o sucesso do seu negócio.

Vamos ver as 5 ações online que provavelmente sua empresa já faz, mas que ainda não bastam para gerar resultados:

  1. A sua empresa tem um blog corporativo. Você publica sempre notícias do setor e curiosidades encontradas em publicações da área. A grande quantidade de conteúdo sobre um mesmo assunto gera relevância nas buscas e atrai tráfego. Muitas pessoas leem e interagem em função desses posts. Mas as vendas não reagem na medida do entusiasmo dos visitantes do blog.
  2. A sua marca está presente nas redes sociais e tem muitos fãs. Você já está nas principais redes sociais há algum tempo e conquistou muitos fãs e seguidores. Mas por que as vendas não decolam?
  3. O seu site tem um formulário para cadastro de e-mail do usuário em troca de uma newsletter. Você sabe que é muito bom ter uma lista de e-mails de pessoas interessadas no seu negócio. Por isso, oferece uma newsletter pela qual os visitantes devem cadastrar seu e-mail. Depois do cadastro, não há uma regularidade no envio dessa newsletter. Afinal, nem sempre tem assuntos tão interessantes... Além disso, nunca houve uma resposta a esses e-mails. E dificilmente mais do que 1% dos usuários clica nos links.
  4. Você faz anúncios online. Para gerar maior visibilidade online, ter mais fãs e oferecer seus produtos, você investe em anúncios online, principalmente no Facebook. Os anúncios no Google também estão presentes. Mas é difícil transformar em clientes mais que 1% das pessoas atingidas.
  5. Você tem uma loja virtual. Como o público também compra online, você montou uma loja virtual, cadastrou seus produtos e até investe em anúncios dos produtos. Mas os clientes não aparecem na quantidade esperada.

Mas, se você já faz tudo isso, o que poderia estar faltando?

Falta entender melhor o público e oferecer aquilo que realmente o motiva. As pessoas não comprarão imediatamente o seu produto apenas porque você anuncia. É claro que tornar a sua marca e seus produtos conhecidos é importante. Mas para gerar vendas são precisos alguns passos a mais.

Então, vejamos o que você ainda não faz e é muito importante para obter resultados:

  1. O seu blog não trata de soluções para os clientes. Para gerar o senso de autoridade, você precisa tratar de soluções às necessidades e desejos dos clientes. Notícias e curiosidades não criarão autoridade sobre o tema. O seu produto ou serviço atende a uma necessidade ou desejo do cliente. Portanto, você deve falar dessas necessidades e desejos e indicar que você tem a solução. Como você é especialista na solução, terá diferentes conteúdos sobre o assunto.
  2. A sua presença nas redes sociais não direciona para o seu próprio ambiente digital. O Facebook, Twitter, Instagram e outras redes sociais têm suas próprias regras. E elas mudam sem o seu controle. O Facebook decidiu reduzir a relevância dos seus conteúdos e a sua única saída foi anunciar mais. O Instagram agora pertence ao Facebook. Há alguma dúvida de que o caminho será o mesmo? Como você pode se proteger? Direcionando os internautas ao seu próprio ambiente online: o seu site e o seu blog. Mas você precisa ter uma forma de se relacionar com eles a partir daí.
  3. O seu formulário de cadastro não oferece recompensas e não usa chamadas à ação. Uma newsletter não motiva o suficiente para gerar muitos cadastros. A saída é oferecer uma recompensa para o cadastro. Pode ser um e-book relacionado ao interesse do público, um vídeo, um guia ou informações úteis relacionadas ao que você vende. Para que o público faça o que você quer, são necessárias as chamadas à ação: “Clique aqui”, “quero baixar o e-book”, “baixe gratuitamente o guia”... Para ter acesso a essas informações interessantes, o seu público deixará seu e-mail. Depois, os e-mails precisam manter um tom pessoal. Nada de "a nossa empresa traz a vocês...", mas algo mais personalizado, como "Sérgio, eu quero lhe mostrar as vantagens de...".
  4. Os seus anúncios mostram produtos, não conteúdo útil ao seu público. Quando você anuncia produtos, só venderá às pessoas que precisam daquilo naquele mesmo momento e que já confiem o suficiente na sua empresa para comprar. É um percentual muito pequeno das pessoas atingidas. O ideal é oferecer algo útil, sem nenhum custo, para obter o cadastro das pessoas mais interessadas. A conversão de pessoas atingidas em cadastradas será muito maior. A partir daí, você pode se relacionar com essas pessoas por e-mail, enviando mais conteúdo útil. Isso construirá autoridade e reputação para a sua marca e conquistará a confiança do público. Depois disso, finalmente você poderá oferecer produtos, tendo uma taxa de sucesso muito maior.
  5. O seu e-commerce não tem mecanismos eficientes para gerar tráfego, engajamento e vendas. Para obter vendas, não basta abrir uma loja. Mesmo oferecendo seus produtos em anúncios, nem sempre os clientes vêm na quantidade necessária. Você precisa primeiro atrair o tráfego de pessoas interessadas através de um conteúdo relacionado às suas necessidades. Depois você precisa conquistar a confiança desse público através do relacionamento. As maiores empresas do mundo utilizam principalmente o e-mail para isso. Depois você venderá oferendo produtos adequados às necessidades de cada perfil de cliente. Os visitantes mais engajados terão vantagens exclusivas.

Portanto, é visível que no marketing online há muitos tipos de ações possíveis, mas só o encadeamento de uma série específica de ações, bem coordenadas, trará o máximo resultado em vendas.

Com esses tópicos em vista, avalie o que você já tem feito em marketing online e o que ainda falta para atingir as metas de vendas. Avance para as ações que ainda faltam, que os resultados aparecerão. Ou você poderá assistir aos concorrentes fazendo o mesmo...

Venda mais com seu site

No Comments Yet.

Leave a comment